Artrite Idiopática Juvenil e Exercício

0

Dra. Natália C. Oliveira

http://blogpediatriaradical.files.wordpress.com/2009/06/crianas.jpg
15 crianças em círculo de mãos dadas ao redor de uma representação do globo terrestre

Na literatura há poucos estudos abordando exercício físico em criançascom artrite idiopática. Os estudos já realizados evidenciam os benefícios, aimportância e a segurança dos programas implementados. Sabe-se que os pacientes com artrite idiopática juvenil apresentam umacapacidade aeróbia reduzida. A força muscular também está reduzida, e estedéficit parece semelhante ao de adultos com AR . Esta condição faz com que freqüentemente as crianças com artrite tornem-se menos ativas, prejudicandoinclusive o desenvolvimento de habilidades motoras .Vários fatores patofisiológicos específicos à doença podem limitar acapacidade aeróbia e aumentar o custo metabólico do exercícios em crianças com AIJ, dentre eles o VO2 reduzido, a presença de anemia e atrofia muscular .

A tolerância ao exercício aeróbio parece estar reduzida também nospacientes adultos com AR e LES, verificada pelo VO2 de pico e pelo limar delactato . O metabolismo muscular parece ser inalterado em relação à controlessaudáveis.A força muscular também se apresenta reduzida em pacientes com artritereumatóide juvenil , o que pode trazer limitações para a realização deatividades físicas. Apesar deste dado, não foi encontrada uma correlaçãosignificativa entre a força muscular e a contagem de articulações ativas ou oescore de severidade articular , fato este sugestivo de uma influência demúltiplos fatores no funcionamento muscular de crianças com AIJ .

Há poucas pesquisas demonstrando a efetividade de tipos específicos deexercício sobre a atividade da doença e a condição física de pacientes com AIJ. A efetividade de exercícios em água ou em terra para reduzir limitações e melhorar acondição de crianças com AIJ ainda não foi muito estudada .

Um estudo procurou investigar a eficiência de um programa de atividadesaquáticas aeróbias sobre a sintomatologia de crianças com AIJ .Os autores relataram uma redução significativa nos sintomas gerais após um programa de semanas. Outros estudos com programas de exercício em terra fornecem evidênciasde que este tipo de atividade possa trazer maiores benefícios às habilidadesfuncionais em relação aos aquáticos .Baseando-se nos estudos disponíveis, há algumas recomendações a seremconsideradas para prescrever exercício para pacientes com AIJ

:- crianças com AIJ podem realizar exercícios na água ou em terra combaixo impacto, sem que isso prejudique a doença;

– a participação em programas de exercício duas vezes por semana porno mínimo 6 semanas, pode reduzir sintomas;

– o exercício em terra pode induzir melhores adaptações na forçamuscular e na condição funcional dos pacientes;

– exercícios que exijam sustentação do peso são necessários para odesenvolvimento ósseo durante a infância;

– exercícios resistidos individualizados e supervisionados paracem serseguros e eficazes;

Leave A Reply


*