Osteoporose

0

Fernanda Cerveira

O que é a osteoporose?

Osso normal x Osso com osteoporose

A osteoporose é uma doença óssea metabólica que resulta da carência de cálcio nos ossos. Ocorre uma redução da quantidade de osso (massa óssea) e, portanto, há deterioração da sua qualidade. Estes ficam cada vez mais porosos e, após alguns anos, estão suficientemente frágeis para se faturarem com facilidade.

Tabela: fatores de risco endógenos x exógenos

Fatores de risco
A osteoporose é uma doença que resulta de uma multiplicidade de factores, quer intrínsecos – sobre os quais não temos capacidade de intervenção – quer extrínsecos, em que se pode interferir com o objetivo de diminuir o seu impacto sobre o organismo.

Osteoporose e prevenção
Os ossos humanos crescem até aos 20 anos. A partir dessa idade o tamanho permanece estável, mas aumenta sua densidade até aos 35 anos. É a partir dessa idade que a massa óssea começa a perder-se progressivamente. A velocidade de perda é diferente nos homens e mulheres, sendo mais rápida nestas, sobretudo após a menopausa.

Gráfico: índice de cálcio

Medidas de prevenção
Uma das medidas de prevenção consiste no fornecimento de cálcio aos ossos nas quantidades que eles necessitam diariamente. Sendo o cálcio o principal constituinte dos ossos, percebe-se a importância que este mineral assume para a saúde óssea.
Além da ingestão de cálcio, outras medidas devem ser tomadas, tais como:

Fornecer quantidades adequadas de vitamina D por exposição moderada ao sol e ingestão de alimentos ricos nesta vitamina;

Praticar exercício físico com regularidade, tendo sido autorizados pelo médico. Os exercícios possíveis incluem passeios, subida e descida de escadas, dança, natação, etc.;

Abandonar o excesso de tabaco e de álcool;

Prevenir quedas que têm como consequência a morte, lesões, fraturas, hospitalizações, incapacidade permanente, isolamento social e problemas psicológicos. Os programas de exercício, entre outras vantagens, aumentam ascapacidade físicas e também a confiança;

Fazer o diagnóstico precoce da osteoporose

Educar a população para o conhecimento dos fatores de risco através de campanhas de conscientização,  melhora da compreensão sobre a doença, incentivo as pessoas a adotar estilos de vida mais saudáveis para deste modo interferir sobre os factores extrínsecos;

Terapêutica hormonal de substituição quando e nas condições ordenadas pelo médico em mulheres após a menopausa.

Fonte: Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia

Leave A Reply


*